seres_proposta_1200Artboard-22

VIVER COM VIH

A falta de informação na sociedade acerca do VIH faz com que ainda existam muitos preconceitos sem fundamento. Aprenda a lidar com o seu diagnóstico de forma positiva no seu dia-a-dia e no relacionamento que tem com as outras pessoas.

6.5 | Gravidez

Se o seu sonho é ter um/a bebé, o VIH não é, atualmente, um impeditivo. A terapêutica combinada conjugada com um tratamento durante o parto de cesariana e aliado depois a um tratamento antirretroviral (ARV) à/ao recém-nascida/o, sem amamentação materna, pode reduzir o risco de transmissão do VIH de mãe para a/o bebé a menos de 2% (contudo o dolutegravir pode causar malformações genéticas). A gravidez também não afeta o seu estado de saúde relativamente ao VIH.

Optar por ter um/a bebé é uma decisão sua e pessoal.

Planear a gravidez
Alguns aspetos a considerar antes de engravidar:
– Planeie a gravidez com a sua especialista em VIH para garantir o tratamento adequado para si e para reduzir o risco de transmissão do VIH à/ao sua/seu bebé.
– Os Hospitais, com Serviço de Obstetrícia, têm, quase todos, uma consulta de grávidas portadoras de VIH, com equipas multidisciplinares (assistentes sociais, enfermeiras/os, neonatalogistas, psicólogas/os, médicas/os de medicina interna ou infectocontagiosas,…).
– Aconselhe-se com um/a ginecologista que esteja a par do tratamento ARV e que poderá expor as opções de engravidar com o menor risco possível para o seu parceiro.
– É importante que a/o ginecologista articule com a/o especialista em VIH para que obtenha o melhor tratamento e para que as infeções sexualmente transmissíveis e outra infeções (como rubéola ou citamegalovírus) sejam diagnosticadas e tratadas.
– Comece a incluir hábitos saudáveis como não beber bebidas alcoólicas, não fumar ou usar outras drogas que podem ter um impacto negativo na saúde da/o sua/seu bebé.
– Inclua alimentos ricos em ácido fólico (em cereais integrais, leguminosas, vegetais de folha verde e sumo de laranja natural) e cálcio (em derivados de leite, vegetais verde-escuros, sardinhas e frutos do mar) antes da conceção e durante a gravidez. A formação do esqueleto do feto e a produção de leite após o nascimento da/o bebé estão diretamente ligadas à quantidade de cálcio ingerida durante a gravidez e amamentação. O ácido fólico ajuda a prevenir defeitos de nascença da/o bebé como a espinha bífida.