seres_proposta_1200Artboard-21

AFEÇÕES

Com o diagnóstico do VIH e respetivo tratamento podem surgir algumas manifestações e efeitos secundários que convém conhecer. Descubra quais são as principais afeções e aprenda a melhor forma de lidar com elas.

4.1 | Afeções relacionadas com o VIH

Os efeitos secundários podem ocorrer após iniciar a terapia anti-retroviral mas diminuem ou desaparecem passadas algumas semanas. Outras vezes persistem até ao final do tratamento.

Alguns sintomas relacionados com os efeitos secundários são também condições de outros estados de saúde, desde infecções, desequilíbrios hormonais, depressão e o próprio VIH.

Sempre que tiver sintomas é importante que se aconselhe com a/o profissional de saúde para que este diagnostique a causa. Independentemente da gravidade ou persistência dos efeitos secundários pode sempre tentar algumas das sugestões apresentadas para minimizar ou solucionar o efeito desagradável. Apresentam-se alguns efeitos secundários mais comuns assim como sugestões para lidar com os mesmos.

Diarreia
A diarreia pode causar desidratação. Por isso é importante repor os líquidos e beber bastante água, chá de ervas, bebidas isotónicas ou caldos.

A diarreia crónica pode provocar perda de peso. Os alimentos nutritivos, calóricos e que absorvem líquidos (como bananas, arroz, maçãs e torradas) devem ser consumidos nesta altura. Contra a diarreia pode também usar medicamentos antidiarreicos.

Sugestões :
– Ingira alimentos com elevado nível de fibras solúveis que absorvem o líquido como aveia, trigo e pão macio (não os cereais integrais).
– Evite alimentos ricos em fibras insolúveis como as cascas de legumes e frutas. Estes alimentos podem fazer a diarreia piorar.
– Evite produtos lácteos e gordurosos, com alto teor de fibra ou alimentos muito doces.
– Tente tomar suplementos de cálcio (500mg duas vezes ao dia).
– Evite a desidratação bebendo bastantes líquidos.

 

Náuseas e vómitos
O vómito persistente pode gerar problemas médicos graves como desidratação, desequilíbrios químicos e mesmo problemas no esófago. Contacte a sua médica/o se vomitar repetidamente ao longo do dia ou se as náuseas ou vómitos forem persistentes.

Sugestões:
– Uma dieta à base de bananas, arroz, maça cozida (sem pele) e torradas pode ajudar com as náuseas e diarreia.
– Deixe algumas bolachas de água e sal ou crackers perto da sua cama. Antes de sair da cama de manhã, coma um pouco e sente-se na cama por alguns minutos. Isso pode ajudar a reduzir a náusea.
– Para acalmar o estômago beba um chá de hortelã, camomila ou gengibre.
– As bebidas carbonatadas como o ginger-ale, 7-Up ou Sprite podem ajudar a evitar a náusea.
– Evite alimentos quentes, picantes, gordurosos e com cheiro forte.
– Em caso de vómito reponha os líquidos caldos de carne, bebidas carbonatadas, sucos, gelatina.
– Converse com o seu médico/a sobre os benefícios e riscos de medicamentos contra a náusea.

Problemas menstruais
Os problemas menstruais apesar de serem comuns em todas as mulheres afectam sobretudo as mulheres com o sistema imunitário debilitado. Estes problemas incluem menstruações irregulares, intensas, ligeiras e/ou dolorosas ou mesmo a ausência de sangramento. Os problemas menstruais podem resultar de um efeito secundário de algum anti-retroviral (ARV). O sangramento excessivo está associado ao ritonavir (Norvir). Ainda se desconhece a influência da maioria dos ARV na menstruação. Observe as suas menstruações e a existência de alterações, principalmente no inicio da toma de um novo ARV.

Sugestões:
– É importante considerar os restantes acontecimentos da sua vida. Perdeu peso? Encontra-se em stress? Estes factores podem dar pistas sobre o motivo por que está com problemas menstruais.
– Para as cólicas menstruais mantenha uma garrafa de água quente ou uma almofada de aquecimento sobre a parte inferior do estômago ou nas costas. Ou tome um banho quente. Desta forma reduz também o stress!
– Faça exercícios leves, como caminhadas ou alongamentos. O exercício pode aumentar o fluxo do sangue e diminuir a dor menstrual.
– Contraceptivos orais (pílula) às vezes são usados para regular as menstruações anormais. Atenção que alguns medicamentos ARV interagem com a pílula.

Perda de cabelo
Muitas pessoas perdem cabelo com a idade, o que é normal principalmente se existem casos de calvície na família. A perda de cabelo pode minar a autoconfiança.
Uma perda súbita e anormal de cabelo resulta da toma de alguns medicamentos (para o tratamento do VIH, do cancro, de desordens circulatórias, de úlceras ou de artrite).

Sugestões:
– Para proteger seu cabelo de novos danos e perdas evite ou diminua as práticas que danificam o seu cabelo como coloração, permanentes, alisamentos, tranças, uso de secadores de cabelo, etc.
– O stress pode piorar a perda de cabelo. Algumas medidas para reduzir o stress e ansiedade podem ajudar.
– Alguns tratamentos naturais como a sílica podem tornar o cabelo, unhas e pele mais fortes e saudáveis.
– Massage uma gema de ovo no couro cabeludo e deixe ficar por 5-6 minutos.